Radiohead: E eles eram tudo o que prometiam ser...

(Foto UOL)
Demorou anos, mas quando resolveram aparecer no Brasil, apareceram.
O "festival" Just a Fest estava previsto para ter início às 17h com o show do Vanguart que cancelou poucos dias antes (sem semáforo graças!), aguardamos sentados no chão em busca do melhor posicionamento, aguardamos, eu extremamente ansiosa, e enfim começou.


1º Los Hermanos: Quem diria que o último show da banda (se é que vai ser o último mesmo) seria um de abertura do Radiohead?
Entraram com a mesma classe e tranquilidade de sempre. Sentimental pode estar batida, pode tocar sempre, mas não tem como evitar sua beleza.

Playlist
Todo Carnaval tem seu fim/ Primeiro andar/ O vento/ Além do que se vê/ Condicional/ Morena/ Andar/ A outra/ Cara estranho/Deixa o verão /Assim será /Cher Antoine /O vencedor /Retrato para Iá- Iá/ Casa pré-fabricada/ Último romance/ Sentimental/ A flor


2ºKraftwerk: Quatro velhinhos fofissimos!
O som meio repetitivo, obviamente, mas válido pela vanguarda dos integrantes e pelas inúmeras imagens durante o show. Ahhh, sem contar os robos rs.


3º Radiohead: SIMMMMM, que emoção!
O palco estava fantástico, o posicionamento perfeito, nem tive que ficar na ponta dos pés pra enxergar o show (é um milagre quando se é anã)!
O volume estava fantástico, as luzes, as "cortinas" iluminadas e suas variações, bem como os telões ao lado do palco, que em mozaicos exibiam fotos da banda durante performance.
E sim, eles nasceram para aquilo, é uma perfeição muito grande.

Perdoeem a qualidade do vídeo abaixo, tentei humildemente gravar com meu celular rs.
E mesmo com ruidos e falta de foco, fico emocioada:






Playlist
15 Step/ There There/ The National Anthem/ All I Need/ Pyramid Song/ Karma Police/ Nude /Weird Fishes/Arpeggi/ The Gloaming/ Talk Show Host/ Optimistic/Faust Arp/Jigsaw Falling Into Place/ Idioteque/ Climbing Up The Walls/Exit Music (For A Film)/Bodysnatchers/ Videotape/ Paranoid Android/Fake Plastic Trees/ Lucky/ Reckoner/ House of Cards/ You and Whose Army/ Everything In Its Right Place/ Creep

Sim, finalizaram com Creep. Quando ninguém esperava, quando seria um sonho.

A organização do festival deixou um pouco a desejar. Não sei porquê escolhem o Jóquei pra shows, o chão de barro e grama é péssimo, a localização pior ainda e nem táxi existia para voltar, porque os bonitinhos só aceitavam o que chamam de "corrida grande", vai entender...


O público tenho que admitir que não estava dos piores, mas sempre contamos com playboys que vão pelo "evento pop", com paga paus que vão porque "Radiohead é foda mano!", entre outros.


Quero mais um, fora no próximo...


You can leave a response, or trackback from your own site.

4 Response to "Radiohead: E eles eram tudo o que prometiam ser..."

  1. CARALHO, queria MUITO ter ido.. mas to sem um real no bolso. :(
    Mas eles não tocaram High and Dry, que é a minha preferida EVER, então fico menos triste.. hehe

    saudadeeeeeeee! :(
    beijo beijo

    Ulha, nem sabia q era o "talvez" ultimo show do Los. Pouco por fora... adoraria ter visto, só tocaram as top-fofas. Radiohead, de buenas... não faz meu gosto. Mas pelo jeito foi "foda, mano". Se divertiu? Sorriu? Gozou? Tá valendo! :p
    Ah, acompanhei o texto como se vc estivesse me contando. Real. Adorável!

    Dani says:

    fodido cremoso =D

    perfeito tocar último romance seguido de sentimental! lindo, lindo!!!

Powered by Blogger